Estudo aponta oportunidades para a noz pecan brasileira

Atualizado: 8 de Mai de 2020


O IBPecan em parceria com a FIERGS, realizou um estudo sobre o mercado mundial de noz pecan e análise sobre a potencialidade para a comercialização da produção brasileira.



1ª Reunião com associados IBPE Projeto de análise do mercado de exportação na FIERGS em Porto Alegre - RS.FIERGS)
1ª Reunião com associados IBPE do Projeto de análise do mercado de exportação na FIERGS em Porto Alegre - RS.


No dia 09 de dezembro, o IBPE convocou seus associados participantes do projeto, para primeira reunião oficial de apresentação do estudo de análise de mercado para exportação da noz-pecan.

Segundo o estudo, o futuro se mostra próspero aos nossos produtores, porque o cenário é de demanda mundial crescendo principalmente na Europa e Ásia, impulsionada pela condição de ser um superalimento, que apresenta produtividade maior do que outras nozes, além de ser muito saudável, atendendo um desejo de consumo cada vez mais forte, principalmente entre a população de alta e média renda.


A China é o maior importador mundial de noz pecan e a guerra comercial deste país com os Estados Unidos abriu oportunidades para o Brasil, ainda que, para tanto, seja necessária certificação para o ingresso do produto brasileiro no mercado chinês. Esta certificação é uma das prioridades de ação do IBPecan.


O estudo entregue pela FIERGS aponta