Pecan é grande aliada da longevidade

Atualizado: Jul 30

Nutricionista destaca benefícios da fruta para a saúde e como deve ser consumida


Nesta entrevista para o boletim do IBPecan, a nutricionista Júlia Lorenzon, de Porto Alegre/RS, destaca os mais variados e importantes benefícios que o consumo regular da noz-pecan traz para o organismo. E passa uma receita de como fazer um saudável e delicioso leite vegetal com a fruta. Doutoranda em Cardiologia pelo IC/FUC (Instituto de Cardiologia/Fundação Universitária de Cardiologia), ela atua com atendimento clínico nutricional on-line e presencial, assessoria para empresas de alimentação e pesquisa clínica.


Nutri Júlia Lorenzon - CRN2 11095




Quais são os nutrientes da noz-pecan?

A pecan se destaca pelo conteúdo de gorduras totais, fibras alimentares, gorduras monoinsaturadas, ômega-3, tiamina e magnésio.



O consumo da pecan contribui para o bem-estar, a saúde e a longevidade?

Por quê?

Sim, pode contribuir, desde que inserido em uma alimentação equilibrada e aliado a um estilo de vida saudável. O alto conteúdo de gorduras e fibras da pecan pode contribuir para saciedade e melhor controle de açúcar no sangue. Seu perfil de gorduras benéficas tende a melhorar exames de colesterol e triglicerídeos sanguíneos. E a combinação de nutrientes como arginina, potássio e magnésio parece benéfica na regulação da pressão arterial. Essas características podem fazer dela uma aliada na prevenção de doenças crônicas não transmissíveis, como obesidade, diabetes e hipertensão



De que forma ela elimina os radicais livres e o que isso traz de benefício ao organismo? A noz-pecan contém antioxidantes do tipo polifenóis, que agem combatendo os radicais livres, moléculas inerentes ao envelhecimento. O excesso na produção desses radicais acelera o envelhecimento e, consequentemente, facilita o surgimento de doenças crônicas. Ter uma alimentação variada que contenha oleaginosas (como a pecan), hortaliças, frutas e chás é uma boa medida para combater o envelhecimento precoce.


Por que a pecan faz bem para o coração?

Pela concentração de alguns nutrientes, ela contribui para a redução dos fatores de risco para doenças cardiovasculares , como obesidade, diabetes, alterações de colesterol e hipertensão.



Por que a pecan melhora a saúde dos ossos? Porque ela apresenta uma concentração importante de magnésio, um mineral que atua fixando o cálcio nos ossos.



Como a pecan estabiliza o açúcar no sangue? A concentração de gorduras benéficas e fibras da noz retarda a absorção de açúcares pelo intestino, gerando menos picos e menor acúmulo de açúcar na corrente sanguínea.



De que forma a fruta contribui para a saúde do cérebro?

O ômega-3 do tipo DHA (docosa-hexaenoico) presente na pecan é um bom nutriente para os neurônios. Uma ingestão adequada desta gordura parece contribuir para melhor cognição, concentração, memória e melhora de sintomas depressivos.



Há outros benefícios que a pecan traz? Fale a respeito. Um ponto interessante é o efeito sacietogênico do alimento. Por conter boas gorduras, fibras e uma boa concentração de vitaminas e minerais, a pecan proporciona mais saciedade que os lanches comuns, como biscoitos industrializados, por exemplo. Saciados, tendemos a ajustar naturalmente o consumo alimentar, o que contribui para o alcance e a manutenção de um peso saudável.


Em relação a outras nozes e frutas oleaginosas, de que forma a pecan se destaca? Pensando em consumo local, o que se mostra mais sustentável, ela se apresenta como uma boa alternativa dentre as oleaginosas para ser consumida no sul do país, onde há maior produção. Quando comparamos o perfil nutricional, ela se destaca pelo baixo conteúdo de gordura saturada - o que é bom, visto que essa gordura deve ser consumida com moderação - e pelo alto conteúdo de polifenóis, apresentando a maior concentração do antioxidante quando comparada à noz-europeia, à noz-chilena, ao pistache, à avelã, à amêndoa, às castanhas (Brasil e caju) e à macadâmia. Para se ter uma ideia, a pecan possui cerca de quatro vezes mais polifenóis que a castanha-de-caju.


Em que quantidades a pecan deve ser consumida diariamente para que surta seus efeitos benéficos à saúde? Estudo espanhol de 2013 demonstrou que o consumo de 30 gramas ao dia (um punhado) de um mix de oleaginosas inserido em um padrão alimentar mediterrâneo impacta em uma redução de 28% nos eventos e na morta- lidade por problemas cardiovasculares em indivíduos de alto risco para essas doenças. Pela magnitude do estudo, essa quantidade pode ser uma boa referência. Importante ressaltar que o ideal é que a noz seja consumida sem adição de gorduras, sal e açúcar


Há alguma contraindicação para o consumo da pecan? A contraindicação seria a presença de alergia ao alimento em questão.



De que maneiras a noz-pecan pode ser consumida no dia a dia? A pecan pode ser picada e polvilhada em saladas, sopas e iogurtes, além de poder ser facilmente inserida em receitas como vitaminas, tortas salgadas e bolos



Receita: Leite vegetal de pecan


Ingredientes:

1 xícara de chá de nozes-pecan.

3 xícaras de chá de água filtrada.


Modo de fazer: Deixar as nozes de molho em água filtrada por oito horas. Desprezar a água do demolho. Bater no liquidificador a água filtrada e as nozes hidratadas até obter uma mistura homogênea. Com o auxílio de um pano limpo tipo fraldinha ou de um voil, coar a bebida.


Dica: os resíduos das frutas podem ser utilizados em receitas de bolos e biscoitos.



Contato da nutricionista Júlia Lorenzon: https://www.julialorenzon.com/




Acesse receitas com pecan:


https://www.ibpecan.org/blog/categories/receitas



Acesse as informações nutricionais da pecan:


https://www.ibpecan.org/blog/categories/nutri%C3%A7%C3%A3o