top of page

News Semanal IBPecan: as notícias que são destaque na pecanicultura


Produção de noz-pecã deve ser impactada pelo excesso de chuvas durante a

polinização


A estimativa inicial da colheita da noz-pecã aponta para uma diminuição na produção, atribuída ao excesso de chuvas durante o período crucial de polinização e à incidência da antracnose. Na avaliação do IBPecan, regiões produtoras devem sofrer queda entre 30% a 40%, mas redução na oferta pode representar preços mais favoráveis. Leia mais clicando aqui: https://bit.ly/4b3AKS3



Pesquisa com produtores vai avaliar pecanicultura gaúcha


O IBPecan esteve reunido com a Emater/RS e a Secretaria da Agricultura, Pecuária, Desenvolvimento Sustentável e Irrigação para tratar sobre a construção de um questionário que será aplicado em todo o Rio Grande do Sul para traçar uma radiografia da situação atual da pecanicultura. O objetivo é conhecer a produtividade, área total plantada, custos, ponto de equilíbrio e fazer projeções mais atualizadas, bem como saber os pontos críticos, problemas com adensamentos e onde é possível melhorar a qualidade do setor. Participaram da reunião o presidente do IBPecan, Eduardo Basso, o vice, Karion Minussi, o coordenador das Câmaras Setoriais da Seapi, Paulo Lipp, o engenheiro agrônomo, Júlio Medeiros, o extensionista rural da Emater/RS, Antônio Borba e os produtores Edson Ortiz e Jaceguay Barros.


Confira os preços ao produtor praticados no Brasil e nos EUA


Os preços do mercado nacional se mantêm. A indústria, nesta época do ano, compra exclusivamente nozes armazenadas em câmaras refrigeradas e de boa qualidade. Os preços ao produtor seguem entre R$12 e R$15 reais o quilo, dependendo da qualidade do produto. Nos EUA, o mercado doméstico também segue sem alterações. Na Costa Oeste, os preços negociados da pecan com casca são ligeiramente maiores do que na Costa Leste: U$1,78 a U$1,91 por libra (cada libra equivale a 0,454 quilograma), na CO e U$1,65 a U$1,80 por libra na CL, onde os embarques parecem estar mais aquecidos, com maiores volumes de exportação.





6 visualizações0 comentário
whatsapp.png
bottom of page