top of page

IBPecan clama por esforços do governo federal em abrir novos mercados

Visita em andamento à China, comandada por Geraldo Alckmin, pode trazer alento pós-enchentes


O Instituto Brasileiro de Pecanicultura (IBPecan) salienta a importância da agenda do governo federal na China, realizada pelo vice-presidente da República, Geraldo Alckmin, que se estende até o final da semana. Para os pecanicultores gaúchos, um alento de possibilidade de novos mercados seria uma grande ajuda, especialmente neste momento em que sofrem com o efeito das enxurradas e com uma perda de 80% na safra, que já seria inferior a do ano passado.


O presidente da entidade, Eduardo Basso, destaca que, no momento, o setor precisa de recursos para suprir os danos estimados de R$ 176 milhões no campo e capital de trabalho para a indústria. Ele clama por um grande empenho do governo para realizar a abertura do mercado chinês e indiano, de modo que o Brasil tenha igualdade de competir com África do Sul, México e Estados Unidos. “Esta seria uma grande notícia e realização do ministro Carlos Fávaro, da Agricultura, e do vice-Presidente Geraldo Alckmin, e a coroação de um grande esforço do nosso secretário de Desenvolvimento, Ernani Polo”, afirma Basso.


O dirigente diz, ainda, ser necessário um forte apoio da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) para a construção de um projeto setorial de longo prazo, visando o desenvolvimento de novos produtos manufaturados para novos mercados. 


Foto: Divulgação

Texto: Ieda Risco/AgroEffective

1 visualização0 comentário

Comments


whatsapp.png
bottom of page