top of page

Evento em Santa Catarina vai debater mercado e exportação para a noz-pecã

O presidente do IBPecan será um dos cinco painelistas do Encontro Estadual sobre a cultura e fará uma análise sobre preços e mercado internacional


A pecanicultura estará em pauta no próximo dia 21 de junho em evento a ser realizado no Estado de Santa Catarina. Trata-se do Segundo Encontro Estadual de Noz-Pecã que ocorrerá na comunidade de Santa Lúcia no município de Palmitos. A programação, que vai iniciar às 9h e se estenderá até às 14h30min, contará com vários painéis que trarão temas como mercado, exportação, produção de qualidade e tecnologia.

O Instituto Brasileiro de Pecanicultura (IBPecan) é um dos realizadores do evento e o seu presidente, Eduardo Basso, também proprietário da Monte Belo Agrocomercial, será um dos palestrantes. Ele vai falar sobre a “Experiência com a Exportação e Mercado na Noz IBPecan e Pró Pecã RS. Conforme Basso, a ideia é atualizar as últimas informações sobre preços internacionais e fazer uma análise do mercado mundial, especialmente Estados Unidos, México e África do Sul, assim como as consequências que podem trazer para o Brasil. “Também serão avaliados preços, custos e  produtividade”, informa.


Basso destaca o “belo e potencial crescimento” que está acontecendo na área da pecanilcultura em Santa Catarina. “Os cerca de 200 produtores da região, em breve, estarão produzindo em torno de 400 toneladas de pecan. Eles já estão organizados em cooperativas e, com isso, poderão participar de uma maneira forte, seja no mercado nacional ou internacional”, observa. O presidente do IBPecan reforça que o instituto vai procurar apoiar em todos os sentidos o que esses produtores necessitarem.


Ao todo, o evento contará com cinco painéis. Também serão palestrantes o secretário da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural de Santa Catarina, Valdir Colatto, que falará sobre “A força do Agro em Santa Catarina”;  o engenheiro agrônomo e mestre em ciências Júlio Farias de Medeiros, da Medeiros e Dacroce Ltda e Viveiros Pitol, que abordará o tema “Parâmetro de qualidade para mercado e exportação de Noz-Pecã; o engenheiro agrônomo  Doutor Carlos Roberto Martins, da Embrapa Clima Temperado, que vai falar sobre “Tecnologia para a produção de Noz-Pecã com qualidade”; e o engenheiro agrônomo Alvaro Roberto Poletto, da Epagri, cujo tema será “Pragas e doenças da nogueira Pecan”.








A realização do Segundo Encontro Estadual de Noz-Pecã é da Epagri, Governo de Santa Catarina/Secretaria da Agricultura e Pecuária, Prefeitura Municipal de Palmitos, IBPecan, Embrapa Clima Temperado e Produtos Pitol. O evento conta com o patrocínio do Crea-SC.



9 visualizações0 comentário

Comments


whatsapp.png
bottom of page